You are viewing the documentation for a prerelease version. View Latest

Abrindo Aplicativos Gráficos

Fedora provides graphical applications in addition to command line utilities for configuring many features. This chapter describes methods for opening Graphical User Interface, or GUI, applications in various environments.

Abrindo aplicativos gráficos a partir da linha de comando

Aplicativos gráficos podem ser iniciados a partir de uma janela de terminal ou sessão de console simplesmente digitando o nome do aplicativo.

[usuariofedora@localhost]$ firefox
Nomes de arquivos vs Nomes de aplicativos

Os programas são abertos a partir da linha de comando usando o nome do arquivo executável fornecido no pacote do programa. Uma entrada no menu da área de trabalho geralmente terá um nome diferente do arquivo que ela executa. Por exemplo, o utilitário de gerenciamento de disco GNOME aparece no menu como Discos, e o arquivo que ele executa é /usr/bin/gnome-disks.

Quando um programa é executado na linha de comando, o terminal fica ocupado até que o programa seja concluído. Quando um aplicativo gráfico é executado a partir da linha de comando, a saída de erro do programa, ou STDERR, é enviada para a janela do terminal. Isso pode ser especialmente útil ao solucionar problemas.

Exemplo 1. Visualizando erros ao iniciar aplicativos gráficos a partir da linha de comando
[usuariofedora@localhost]$ astromenace-wrapper
	AstroMenace 1.3.1 121212

	Open XML file: /home/fedorauser/.config/astromenace/amconfig.xml
	VFS file was opened /usr/share/astromenace/gamedata.vfs

	Vendor     : OpenAL Community
	Renderer   : OpenAL Soft
	Version    : 1.1 ALSOFT 1.15.1
	ALut ver   : 1.1

	Font initialized: DATA/FONT/LiberationMono-Bold.ttf

	Current Video Mode: 3200x1080 32bit

	Xinerama/TwinView detected.
	Screen count: 2
	Screen #0: (0, 0) x (1920, 1080)
	Screen #1: (1920, 0) x (1280, 1024)

	Supported resolutions list:
	640x480 16bit
	640x480 32bit
	640x480 0bit
	768x480 16bit
	<output truncated>

Para iniciar um aplicativo gráfico, mas bifurcar a saída adicional em segundo plano e retornar o terminal para uso imediato, use o recurso job control do shell.

[usuariofedora@localhost]$ emacs foo.txt &
Finalizando uma sessão

Os aplicativos que mantêm o prompt de linha de comando até que sejam concluídos serão fechados quando a sessão do terminal encerrar, mesmo que sejam bifurcadas em segundo plano.

Os programas GUI também podem ser iniciados em um TTY e exibidos em outro, especificando a variável DISPLAY. Isso pode ser útil ao executar várias sessões gráficas ou para solucionar problemas com uma sessão da área de trabalho.

  1. Alterne para outro TTY usando a combinação de teclas Ctrl+Alt+F2 e faça login. Observe que os consoles estão disponíveis por padrão com F2 a F6.

  2. Identifique a sessão X que você deseja segmentar. A variável DISPLAY é sempre um inteiro precedido por dois pontos, e será :0 na maioria dos casos. Verifique os argumentos do processo X atualmente em execução para verificar o valor. O comando abaixo mostra tanto a variável DISPLAY quanto o TTY em que X está sendo executado, tty1.

    [usuariofedora@localhost]$ ps aux|grep /usr/bin/X
    root      1498  7.1  1.0 521396 353984 tty1    Ss+  00:04  66:34 /usr/bin/X :0 vt1 -background none -nolisten tcp -auth /var/run/kdm/A:0-22Degc
    
    root     23874  0.0  0.0 109184   900 pts/21   S+   15:35   0:00 grep --color=auto /usr/bin/X
  3. Especifique a variável DISPLAY ao executar o programa.

    [usuariofedora@localhost]$ DISPLAY=:0 gnome-shell --replace &
  4. Volte para o TTY em que a sessão gráfica está sendo executada. Como o exemplo acima mostra X rodando em vt1, pressionar Ctrl+Alt+F1 retornará ao ambiente desktop.

Iniciando aplicativos com Alt+F2

A maioria dos ambientes de desktop segue a convenção de usar a combinação de teclas Alt+F2 para abrir novos aplicativos. Pressionar Alt+F2 abre um prompt para um comando a ser digitado.

Os comandos inseridos nesta caixa de diálogo funcionam como se fossem inseridos em um terminal. Os aplicativos são conhecidos pelo nome do arquivo e podem aceitar argumentos.

Caixa de diálogo de entrada de comando do GNOME
Figura 1. Usando Alt+F2 com GNOME
Caixa de diálogo de entrada de comando do KDE
Figura 2. Usando Alt+F2 com KDE
Caixa de diálogo de entrada de comando LXDE.
Figura 3. Usando Alt+F2 com LXDE
Caixa de diálogo de entrada do comando MATE.
Figura 4. Usando Alt+F2 com MATE
Caixa de diálogo de entrada de comando XFCE.
Figura 5. Usando Alt+F2 com XFCE

Iniciando aplicativos a partir do Menu da Área de Trabalho

Os aplicativos também podem ser abertos a partir do sistema de menus fornecido pelo ambiente de desktop em uso. Embora a apresentação possa variar entre os ambientes de desktop, as entradas do menu e suas categorias são fornecidas pelo aplicativo individual e padronizadas pelo link:https://standards.freedesktop.org/menu-spec/menu-spec-latest.html [Especificação do Menu da Área de Trabalho do freedesktop.org]. Alguns ambientes de desktop também fornecem funcionalidade de pesquisa em seu sistema de menus para permitir acesso rápido e fácil aos aplicativos.

Usando menus do GNOME

O menu do GNOME, chamado de visão geral, pode ser acessado clicando no botão Atividades no canto superior esquerdo da tela principal, movendo o mouse para além do canto superior esquerdo do canto ativo ou pressionando Super ( Windows ). A 'visão geral' apresenta documentos além dos aplicativos.

A seleção de um item do menu é melhor realizada usando a caixa de pesquisa. Basta abrir a 'visão geral' e começar a digitar o nome do aplicativo que você deseja iniciar. Pressionar enter iniciará o aplicativo destacado ou você pode usar as teclas de seta ou o mouse para escolher uma alternativa.

Digitar o nome de um aplicativo na caixa de pesquisa de visão geral exibirá as entradas de menu correspondentes. A pesquisa também corresponde às descrições
Figura 6. Usando a caixa de pesquisa do GNOME

A visão geral também pode ser navegada. A barra à esquerda, chamada de dash, mostra os aplicativos usados com frequência e um ícone de grade. Clicar no ícone de grade abre uma grade no centro da janela que exibe os aplicativos usados com frequência. A grade exibirá todos os aplicativos disponíveis se selecionados usando o botão Todos na parte inferior da tela.

O menu do GNOME tem uma barra à esquerda para aplicativos usados com frequência
Figura 7. Navegando pelas entradas do menu GNOME

Para saber mais sobre como usar o GNOME shell, visite o https://wiki.gnome.org/GnomeShell/CheatSheet

Usando os menus do KDE

O menu do KDE é aberto clicando no botão Fedora no canto inferior esquerdo da tela. O menu exibe inicialmente os aplicativos favoritos, que podem ser adicionados clicando com o botão direito do mouse em qualquer entrada do menu. Passar o mouse sobre os ícones na parte inferior do menu exibirá aplicativos, sistemas de arquivos, aplicativos usados recentemente ou opções para sair do sistema.

O menu do KDE exibe os aplicativos em categorias. O conteúdo das categorias é exibido quando clicado.
Figura 8. O menu da área de trabalho do KDE.

A funcionalidade de pesquisa também está disponível no sistema de menus do KDE. Para pesquisar aplicativos, abra o menu e comece a digitar. O menu exibirá as entradas correspondentes.

O menu do KDE procurará os aplicativos correspondentes se você digitar na caixa de pesquisa. Por exemplo
Figura 9. Pesquisando com o menu do KDE.

Usando menus no LXDE, MATE e XFCE

Os menus no LXDE, MATE e XFCE têm uma aparência variada, mas uma estrutura muito semelhante. Eles categorizam os aplicativos e o conteúdo de uma categoria é exibido ao passar o cursor sobre a entrada. Os aplicativos são iniciados clicando em uma entrada.

Menu LXDE
Figura 10. O menu LXDE
Menu MATE
Figura 11. Menu MATE
Menu XFCE
Figura 12. Menu XFCE